Alerj aprova projeto de lei que permite vacinação domiciliar para idosos

7 de abril de 2020

A Alerj aprovou hoje (7/4) o Projeto de Lei 2045/2020, que estabelece a vacinação de idosos em domicílio, em grandes condomínios e em carros, de forma a proteger esse grupo em meio à pandemia do novo coronavírus. Iniciativa do deputado Carlos Minc (PSB), o PL contou com a coautoria de vários deputados, dada a sua relevância para o momento atual.
 
O PL altera a Lei Nº 2795, de 17 de setembro de 1997, que criou o programa de vacinação para a terceira idade no estado do Rio. O objetivo é melhorar o acesso à vacinação e facilitar a vida dos idosos, além de reduzir as chances de contaminação desse grupo de risco.
 
Segundo Minc, o PL – que segue agora para sanção do governador – foi proposto para se criar várias possibilidades de vacinação ao idoso, sem que precise necessariamente ir ao uma clínica ou a posto de saúde.
 
“Vai ser uma revolução na vacinação dos idosos em vários tipos de gripes, pneumonias e outras doenças, estabelecendo quatro medidas concretas. A primeira, o estabelecimento do próprio serviço de saúde de vacinação domiciliar; a possibilidade de que enfermeiro ou médico, contratado pelo idoso, possa ir pegar a vacina, para vaciná-lo em casa; a institucionalização desse tipo de serviço dentro dos carros; e a vacinação em condomínios, a exemplo do que tem feito o Hemorio: o vacinador vai a um condomínio grande, com muitos idosos, e vacina todos lá”, diz Minc.​

Assine nosso Boletim

+55 (21) 2588-1227

ALERJ - Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro

Prédio anexo - Gabinete 402

Rua Dom Manuel, S/N - Centro
CEP: 20.010-090

  • Grey Facebook Ícone
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Twitter Ícone
  • Cinza ícone do YouTube