Assembleia do Rio gasta mais com pessoal ativo que a de São Paulo e a de Minas Gerais

Alguns benefícios já foram cortados, como 14º e 15º salários. Mas a máquina pode ser reduzida, enquanto sua eficiência é aumentada. Metade das pautas da Alerj, por exemplo, é de projetos para dar nome de rua e homenagens. Esse besteirol, a não ser em casos polêmicos, deveria passar por comissão única e não ir a plenário.