Gratificação faroeste (Ancelmo Gois)

Como ressalta o Ancelmo Gois: Bolsonaro na Globo disse que o policial que atirar 40, 50 vezes, e matar mais bandidos, deveria ser premiado, não punido. Um lembrete relevante: há exatos 20 anos, o então secretário de Segurança, general Cerqueira, criou a Gratificação por Desempenho – vulgo Gratificação Faroeste. A matança de pessoas em confronto com a polícia duplicou. Estudo que encomendamos a Inácio Cano mostrou que 60% dessas mortes, que poderiam até duplicar o salário de policiais, eram de fato EXECUÇÕES: tiro na nuca, no ouvido, tiro encostado (pólvora faz efeito tatuagem). A divulgação dessa pesquisa à época criou tal comoção que aprovei a Lei 2993/1998, acabando com a nefasta Gratificação Faroeste. Que em péssima hora o candidato Bolsonaro pretende reeditar!! #Minc40000 

ANCELMO REAL.jpeg